A diferença entre os termos publicidade e propaganda.

Apesar de em grande parte do mundo, a propaganda ser entendida como a ferramenta de comunicação com fins políticos, ideológicos ou religiosos (homônimo) e a publicidade (advertising, publicidad, publicità, publicité) a comunicação comercial… No Brasil temos – junto a alguns grupos – a defesa de que o termo propaganda deve designar a comunicação comercial e a publicidade os esforços em gerar mídia gratuita (próprios das relações públicas e assessoria de imprensa).

Mas o pior disso tudo é que a grande maioria das pessoas que vejo defendendo esta “tese” não sabe disso… Apenas repetem as explicações simplistas de seus professores e/ou que leram em algum livro traduzido de maneira equivocada… Falar que “Kotler” disse que propaganda é isso ou aquilo está errado… Kotler fala de Advertising, mesmo porque existe o termo (homônimo) “propaganda” em inglês e ele designa a comunicação com fins políticos, ideológicos ou religiosos… Chega a ser engraçado, pois essas pessoas usam ferramentas próprias da propaganda para “propagar” esta ideia.

Sou defensor de um entendimento mais claro – pois caso contrário – iríamos perder as lições e até o entendimento das ferramentas de comunicação de massa próprias da propaganda e também acabaríamos por deturpar o entendimento dos esforços de relações públicas e assessoria de imprensa em gerar mídia gratuita. O simplismo acabaria também deturpando as habilitações da Comunicação Social… Entre outros problemas… Nem sempre o caminho mais fácil é o certo.

Se for copiar, coloque os créditos… Obrigado!

Um pouco de comunicação empresarial.

Em primeiro lugar, vale lembrar que “comunicação” é bem diferente de “informação”… Enquanto no processo de comunicação existe o feedback, e de alguma forma o diálogo, a informação pressupõe a unilateralidade por parte de quem informa… O receptor, nesse caso, deve simplesmente ser informado, sem a chance de elogiar, criticar ou interagir de alguma forma… E nesse ponto, vale também lembrar: Na hierarquia das informações, as críticas são infinitamente mais valiosas que os elogios…

Continuar lendo Um pouco de comunicação empresarial.

Promoção de vendas: Tipos, definições, diferenças.

 

Promoção de vendas.

 

Podemos definir “promoção de vendas” como: Uma ação de comunicação e marketing que tem como objetivo vender mais, através de incentivos e benefícios adicionais e por um período de tempo determinado.

 

Quanto a sua implementação, a promoção de vendas pode ter como alvo a equipe interna, o trade (intermediários) ou o consumidor final. Mas sempre teremos como objetivo final o aumento das vendas. Todas as promoções são por tempo limitado, caso contrário passam a fazer parte do preço, da linha de produtos, da remuneração dos vendedores etc.    

    

As promoções de venda no varejo.

 

As promoções de venda implementadas no varejo têm grande importância, uma vez que cerca de 80% das decisões de compra são decididas na área de venda. Juntamente com o merchandising e os fatores de ambiência pode fazer toda a diferença entre o sucesso e o fracasso de uma organização.     

 

O objetivo da promoção de venda pode ser o de aumento do ticket médio ou do ticket count. Enquanto o ticket médio é representado pela média do valor pago pelos clientes no caixa, o ticket count é a representação do total de transações efetuadas no caixa. Assim, por exemplo, uma determinada loja pode vender pouco para muitos clientes, nesse caso, a promoção de vendas deve ter como objetivo o aumento do ticket médio. Em outro exemplo, uma loja pode vender muito, para poucos clientes… Nesse caso o objetivo deve ser o aumento do ticket count.

 

Enquanto as promoções para aumento do ticket médio podem ser implementadas e divulgadas somente na área de vendas, as ações com objetivo de aumento do ticket count devem contar com algum tipo de publicidade (externa) para que se possam alcançar os efeitos desejados.

 

 

A diferença entre: Promoção institucional e promoção de vendas.

 

Enquanto a comunicação institucional visa o fortalecimento da marca a médio e longo prazo, tem como objetivo criar uma capa protetora contra períodos de crise e dificilmente poderemos mesurar o seu retorno, a comunicação mercadológica (incluímos ai a promoção de vendas) tem como objetivo o aumento das vendas em curto prazo (efeito bicicleta), pode e deve ter seu retorno totalmente mensurado e se pensarmos em termos de fortalecimento de marca, seu efeito pode ser tanto positivo quanto negativo.  

 

 

Alguns exemplos de promoção de vendas.

 

– Premiação de vendedores por aumento de valor vendido ou número de clientes atendidos.

 

– Criação de kits e pacotes promocionais (leve três, pague dois etc).

 

– Cupons de desconto e sorteios. 

 

– Desconto para: estudantes, terceira idade ou para consumo em determinada hora, dia ou período (equilíbrio da demanda), entre outros…