Os contadores de histórias estão na mira do Conar.

propaganda-menor

A técnica – conhecida no meio publicitário como storytelling – está causando polêmica com a notícia que o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) estaria abrindo processo para julgar tanto a fabricante de sucos em caixinha Do Bem como a fabricante dos sorvetes Diletto.

Tudo teria começado com uma reportagem da revista Exame, na qual era dito que o suco de laranja vendido pela Do Bem era fornecido por uma gigante do setor e não pelo “Seu Francisco”, como diziam seus textos publicitários… Já a Dilleto teria atribuído a um personagem chamado Nonno Vittorio, que seria avô de um dos donos da empresa, a receita de seus sorvetes… O que levaria o consumidor ao erro por criar empatia e simpatia com a marca através de uma ficção…

É interessante observarmos que há alguns anos atrás as empresas utilizavam técnicas bem mais “agressivas” e tudo passava despercebido.

Sabe de nada, inocente! Conar veta comercial com “Compadre Washington”.

Cumpadi-w

Conar veta comercial com “Compadre Washington”.

Depois de receber algo em torno de 50 reclamações, o Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária (Conar) decidiu que o comercial do BomNegócio.com, protagonizado pelo “Compadre Washington”, deveria ser retirado do ar até ser modificado… Ao que parece, o que mais incomodou foi a palavra “ordinária” (que nem chega a ser dita completamente)…

Sabe de nada, inocente!